Em casa e fã de desporto? Fizemos de 'olheiros' no Netflix

As melhores séries para assistir descansado no recato do lar

A Netflix entranhou-se nos hábitos dos portugueses de forma subtil mas assertiva. No nosso país desde outubro de 2015, a plataforma de streaming de filmes e séries tem apostado forte em conteúdos ligados ao fenómeno desportivo, especialmente documentários. E há um pouco de tudo: produtos de exceção, projetos medianos e também coisas muito mal-amanhadas. Como são centenas de propostas e sabemos bem que a parte mais complicada da vida de um subscritor Netflix é escolher o que ver, fizemos o trabalho ‘sujo’ e elegemos os documentários que não pode perder e aqueles dos quais se deve afastar de imediato. 

Começamos, inevitavelmente, por ‘Sunderland Til I Die’, um produto imaculado e que teve tremendo sucesso por primar pela diferença. Aos invés de apostar no habitual registo de acompanhamento de uma equipa vencedora, a ‘Fulwell 73’ seguiu a formação inglesa numa época de terror no Championship, em que em vez de conseguir regressar à Premier League, desceu à League 1. Uma obra dramática e atípica, porque é quase impossível conseguir uma época pior do que esta. Infrações disciplinares, desaires vergonhosos e disputas de balneário estéreis, há um pouco de tudo nos oito episódios desta série de qualidade.

E já que estamos atentos ao futebol inglês, nada como seguir em frente e embarcar na história de vida de um dos maiores treinadores de sempre – ‘Bobby Robson, More Than a Manager’ é outra aposta que não falha. Estamos perante um registo brilhante e que abarca toda a vida do treinador inglês que passou por Portugal ao serviço de Sporting e FC Porto. E seguir a vida cheia de um homem bom é um prazer tremendo. Mesmo que seja um coração de pedra vai chorar, sorrir e deixar-se levar pela forma brilhante como Gabriel Clarke, autor da obra, embrulha de modo inteligente as histórias.

Abrir a mente

Se quiser misturar questões sociais com o desporto-rei, nada como abrir os olhos e a mente com ‘The Justin Fashanu Story’, que detalha a vida e o suicídio do primeiro futebolista britânico a assumir a homossexualidade, acabando por ser perseguido por isso. Um notável retrato da sociedade.

Apesar das ‘notas artísticas’ para ‘Le K Benzema’, ‘Trainer!’, ‘Barça Dreams’, ‘Juventus First Team’, ‘Forever Chape’ e o recente ‘Boca Juniors Confidencial’, terminamos com o mais intenso documentário presente na secção desporto do Netflix e, provavelmente, aquele que o irá fazer abrir a boca de espanto. ‘Forever Pure’ acompanha a chegada de dois jogadores muçulmanos oriundos da Chechénia ao Beitar Jerusalém, o clube israelita com mais adeptos. Racismo, religião, política e desporto unidos numa verdadeira febre de emoções do início ao final. Impactante!

Fugindo do futebol e entregando-nos às modalidades, não há forma de escapar de ‘Iverson’, retrato cru e dramático da vida e legado de Allen Iverson e a forma como escapou de um destino praticamente certo entregue ao crime, para se tornar uma das figuras mais icónicas da NBA e do basquetebol norte-americano.

Se aguentar a dose dramática, nada como seguir confiante para ‘Team Foxcatcher’, ‘Pumping Iron’ e ‘Last Chance U’. De nada!

Por João Seixas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias