Empresas vão ter mais um mês para entregar IRC ao Fisco

Até ao próximo dia 30 de junho para cumprir essa obrigação sem sofrer nenhum tipo de penalização

As empresas vão ter um mês a mais do que inicialmente previsto para entregarem a declaração de IRC. O Governo aprovou um despacho que alarga em um mês o prazo para as empresas apresentarem as respetivas declarações Modelo 22 do IRC, o que significa que têm até ao próximo dia 30 de junho para cumprir essa obrigação sem sofrer nenhum tipo de penalização. 

O despacho assinado pelo sectretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, refere que esta decisão prende-se com o objetivo de prestar a "assistência necessária ao cumprimento dos deveres" das empresas, tendo o Fisco o "dever de assegurar aos contribuintes a possibilidade de cumprirem as suas obrigações tributárias num prazo razoável".

O Governo acrescenta que "têm vindo a ser introduzidas alterações legislativas com vista à otimização dos prazos de entrega das declarações fiscais, potenciando o cumprimento voluntário atempado" das obrigações dos contribuintes. 

Em comunicado, a Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC) mostra "satisfação" pela decisão tomada pelo Executivo, considerando que assim terão "mais tempo e menos pressão para implementar os procedimentos necessários ao cumprimento das novas obrigações, o que significa melhores condições para exercer, de forma consciente e responsável, a nossa profissão".

Autor: Negócios

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.