Record

Equipa de críquete do Bangladesh escapou por pouco ao massacre em mesquita da Nova Zelândia

Ataque terrorista fez pelo menos 49 mortos

Equipa de cricket do Bangladesh escapou a atentado em mesquita
Equipa de cricket do Bangladesh escapou a atentado em mesquita
O ataque terrorista à mesquita de Al Noor, na cidade neozelandesa de Christchurch, poderia ter sido ainda mais mortífero não fosse o acaso de a equipa de críquete do Bangladesh ter-se atrasado. É que os jogadores desta equipa estavam a dirigir-se para o tempo para fazerem a sua oração de sexta-feira quando o ataque aconteceu. 

"Tivemos muita sorte porque éramos uns 17 no autocarro, a caminho da mesquita. Se tivéssemos chegado três ou quatro minutos antes estaríamos dentro de mesquita. Chegámos a 50 metros dela. Felizmente, não fomos apanhados no tiroteio, ma so que vimos parecia um filme. Vimos pessoas cobertas de sangue a arrastar-se para fora da mesquita", conta o treinador , Khaled Mashud ao site ESPN.




Inicialmente, a equipa ficou retida dentro do autocarro, nas imediações da mesquita, mas depois optou-se pela fuga a pé. "apercebemo-nos que os atiradores poderiam causar muito mais dano se nos apanhassem todos juntos dentro do autocarro. Tomámos a decisão de escapar pelo portão de trás da mesquita. Corremos pelo parque até chegarmos ao nosso hotel", conta Mashud.

A digressão que a equipa estava a fazer na Nova Zelândia acabou por ser cancelada.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias