«Esta subida a que assistimos é retardada no tempo»: Marcelo explica agravamento do surto em Lisboa

"A haver sinais é de uma estabilização da descida", avançou o Presidente da República após reunião no Infarmed

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

"É positiva a evolução sentida na maioria das áreas do País", avançou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esta segunda-feira, após reunião no Infarmed.

"Não há sinais que as duas primeiras fases de desconfinamento tenham provocado um agravamento dos casos", continuou, dizendo que o aumento do número de casos na Região de Lisboa e Vale de Tejo é uma "subida retardada no tempo".

"É positiva a evolução sentida na maioria das áreas do País", disse Marcelo, reforçando a ideia de que o desconfinamento aumentou em Portugal e não somente na Região de Lisboa. "As pessoas têm de fazer tudo para minimizar o risco", aconselhou.

"Há uma grande variedade de atividades e, por isso, o consenso é difícil", respondeu Marcelo quando questionado pelo facto de algumas atividades serem permitidas e outras ainda manterem a inatividade.

Por Correio da Manhã
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias