Estacionamento volta a ser pago a partir 11 de maio

Profissionais de saúde estão isentos em Lisboa

• Foto: Pedro Catarino

A EMEL vai retomar as ações de fiscalização na via pública de Lisboa a partir de dia 11 embora com algumas restrições, anunciou a autarquia em comunicado. As exceções são o estacionamento gratuito para "equipas de saúde das unidades do SNS mais diretamente envolvidas no combate à pandemia" até ao final do ano e de "veículos de residentes com dístico válido (e a todos a quem já tenha sido garantido acesso) no conjunto dos parques de estacionamento da EMEL" até ao dia 30 de junho.

A autarquia anunciou ainda a reabertura dos elevadores públicos que estão a cargo da EMEL com um protocolo de limpezas diárias. Serão ainda mantidas as medidas de desinfeção das bicicletas do sistema partilhado Gira que vão continuar a ser gratuitas para os profissionais de saúde.

A Câmara Municipal de Lisboa anunciou também a reabertura de espaços e serviços municipais como a Biblioteca Nacional, o Padrão dos Descobrimentos ou a Estufa Fria no dia 18. O Castelo de São Jorge só voltará a abrir a 1 de junho devido a obras.

Medidas idênticas no Porto

A Câmara Municipal do Porto também já tinha anunciado o regresso dos parques de estacionamento municipais a partir de dia 11 e o regresso faseado, até 1 de junho, do estacionamento pago à superfície em toda a cidade. A partir de dia 18 será reiniciada a operação de fiscalização nos estacionamentos à superfície na zona central da cidade (Zona I). 

Por Rafael Godinho
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias