Estado de saúde de Mário Soares com "progressivo agravamento" nas últimas horas

Nova informação clínica emitida "quando se justificar"

• Foto: Lusa

O estado de saúde do antigo Presidente da República Mário Soares "tem registado nas últimas horas um progressivo agravamento", anunciou esta quinta-feira o porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha, onde está internado.

Segundo o boletim clínico lido às 12:00 por José Barata, Mário Soares mantém-se "em coma profundo".

"O Hospital da Cruz Vermelha emitirá nova informação clínica quando se justificar", acrescentou. Nos últimos dias apenas tem havido um boletim clínico diário, no qual é marcada a atualização seguinte para 24 horas depois.

Questionado pelos jornalistas sobre o que significava este "progressivo agravamento", o porta-voz da unidade hospitalar explicou que "há um sinal de degradação das funções orgânicas" e que "o estado se mantém muito crítico e o prognóstico reservado", mas ressalvou que não se verificou "qualquer falência ao nível de qualquer órgão vital".

"É essa degradação que se está a registar nestas últimas horas. A equipa clínica multidisciplinar deste hospital continua a acompanhar de forma constante a evolução do estado de saúde do Presidente Mário Soares", acrescentou.

Segundo José Barata, o histórico socialista "continua sem necessidade de ter qualquer suporte externo" e "não está ligado a qualquer máquina".

Interrogado sobre quando será feito o novo boletim clínico caso não haja nenhum motivo que o justifique, o porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha disse apenas que será feita nova atualização "quando se justificar".

Antes tinha saído do hospital o sobrinho de Mário Soares e médico, Eduardo Barroso, que aos jornalistas disse apenas que o tio estava "muito cansado", remetendo para a unidade hospitalar qualquer informação sobre o estado de saúde do antigo chefe de Estado.

Internado desde o dia 13 de dezembro, o antigo Presidente fora transferido há uma semana dos Cuidados Intensivos para a "unidade de internamento em regime reservado" do Hospital da Cruz Vermelha, depois de sinais de melhoria do estado de saúde.

No entanto, no sábado, um agravamento súbito da situação clínica obrigou ao regresso do antigo chefe de Estado à Unidade dos Cuidados Intensivos.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.