Estado Islâmico reivindica ataque em Berlim

Atentando provocou 12 mortos e dezenas de feridos na capital da Alemanha

• Foto: Reuters

O Estado Islâmico reivindicou ao final da tarde desta terça-feira o atentado num mercado de Natal em Berlim, que provocou a morte a 12 pessoas e dezenas de feridos. O grupo reivindicou o atentado através da sua agência de propaganda.

"Um soldado do Estado Islâmico cometeu a operação em Berlim em resposta a um apelo para atingir pessoas dos países da organização internacional" que combate o grupo extremista no Iraque e na Síria, indicou a Amaq, agência de propaganda da organização.

A chanceler alemã, Angela Merkel, já tinha afirmado, durante o dia, que as autoridades acreditavam que o atropelamento no mercado de natal em Berlim se tratara de um "atentado terrorista".

"De acordo com o que sabemos, temos que assumir que se tratou de um ataque terrorista", revelou a chanceler alemã aos jornalistas.

O ataque ocorreu na segunda-feira à noite, num mercado de Natal, em Berlim, quando um camião investiu contra as pessoas presente no local. Além de 12 mortos, o ataque provocou 48 feridos.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0