Estado não vai cobrar coimas por falta de limpeza de terrenos até junho

Anunciou esta quinta-feira o primeiro-ministro António Costa

terrenos, florestas, proprietários, câmaras, limpeza
terrenos, florestas, proprietários, câmaras, limpeza • Foto: Lusa
António Costa pronunciou-se esta quinta-feira sobre a limpeza dos terrenos em zonas florestais, cujo prazo para a sua aplicação termina esta quinta-feira.

O primeiro-ministro garante que o governo "não tem interesse" em aplicar as coimas previstas na lei. Tanto que, António Costa anunciou que, até junho, não vai haver cobrança das coimas previstas na lei. No entanto, a GNR vai começar desde já a fazer o levantamento das situações em que é preciso proceder a intervenções.

Numa comunicação na residência oficial, o primeiro-ministro começou por louvar o esforço de "tantas famílias" para ter "uma floresta mais segura".

Costa lembra, no entanto que "esse esforço não termina hoje", em referência ao prazo estipulado na lei, que diz que, até 15 de março, os particulares têm de assegurar a limpeza das florestas. O governante lembra que, a partir desta data, as câmaras municipais e autoridades podem entrar em terrenos privados para proceder a essa limpeza.


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias