França mobiliza "muitos meios" na busca ao homem que atropelou seis militares

Carro utilizado no atropelamento foi um BMW de cor preta onde seguia apenas o condutor

• Foto: Reuters
A polícia francesa mobilizou "muitos meios" para encontrar o veículo e o condutor que atropelou esta quarta-feira, seis militares em Levallois Perret, nos arredores de Paris, disseram fontes do Ministério do Interior.

De acordo com os primeiros elementos da investigação, o carro utilizado no atropelamento foi um BMW de cor preta em que seguia apenas o condutor.

A operação de busca está a socorrer-se das imagens captadas pelas inúmeras câmaras de vigilância instaladas em Levalloius Perret, cidade situada a oeste da capital francesa.

O presidente Emmanuel Macron segue o evoluir da investigação, no Palácio do Eliseu, onde decorre o conselho de ministros semanal.

O incidente ocorreu por volta das 08 horas (07 horas em Lisboa), pouco antes do início do conselho de Defesa e que reúne o presidente, o primeiro-ministro e um grupo restrito de ministros.

É possível que, ao longo do dia, Emmanuel Macron se desloque aos hospitais para onde foram transportados os seis militares feridos, dois dos quais em estado grave.

Os feridos graves encontram-se no centro militar de Percy, na localidade de Clamart, próximo de Levallois Perret.

Segundo as autoridades, os militares foram atropelados quando saiam de um quartel no centro de Levallois Perret.

O conservador Patrick Balkany, presidente da câmara, afirmou que se tratou de um ato deliberado.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias