Hugo Gil pediu desculpas entre alta tensão

Em causa a queixa-crime que Bernardino Barros moveu contra o blogger afeto ao Benfica

Madureira marcou presença no tribunal
Madureira marcou presença no tribunal • Foto: Ricardo Jr

A queixa-crime que Bernardino Barros, ex-jornalista e comentador do Porto Canal, moveu contra Hugo Gil, blogger afeto ao Benfica, não chegou a avançar para julgamento.

Gil apresentou-se no Juízo Criminal do Porto acompanhado por Pedro Guerra, Carlos Janela e três seguranças, mas pediu desculpas a Bernardino Barros antes da audiência do julgamento agendado para ontem de manhã, pelo que o comentador do Porto Canal desistiu do processo-crime que lhe tinha movido por difamação.

Ao longo da manhã juntaram-se no local vários Super Dragões, liderados por Fernando Madureira, sendo latente a alta tensão entre os elementos da claque e os seguranças da comitiva da Luz.

O litígio começou em março de 2017, quando Hugo Gil apelidou Bernardino Barros de "palerma, mentiroso e aldrabão" em diversas redes sociais. Para além da retratação pública e pessoal, na presença da juíza, Hugo Gil vai pagar as custas do processo e fará uma doação simbólica, no valor de 250 euros, a favor de uma instituição de caridade do Porto.

Caso não tivesse sido alcançado um acordo, prestariam depoimento, via videoconferência, os responsáveis encarnados Luís Bernardo, Domingos Soares de Oliveira e José Nuno Martins, além do agora deputado André Ventura, ao passo que José Eduardo Moniz e Luís Filipe Vieira, notificados pelo tribunal, justificaram que não se encontravam em Portugal.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.