Ivo Rosa vai dirigir a instrução do processo Operação Marquês

Sorteio realizado no Tribunal Central de Instrução Criminal assim ditou

O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) que irá dirigir a fase de instrução do processo Operação Marquês é Ivo Rosa, ditou o sorteio electrónico, realizado na tarde desta sexta-feira no TCIC, resumindo-se à escolha de um dos dois únicos juízes do tribunal - Carlos Alexandre e Ivo Rosa.

O processo tem como principal arguido o antigo primeiro ministro José Sócrates, acusado de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 de branqueamento de capitais, nove de falsificação de documentos e três de fraude fiscal qualificada. 

Na abertura da fase de instrução da Operação Marquês, pedida pela maioria dos advogados do processo, estão envolvidos um total de 28 arguidos - 19 pessoas e nove empresas -, acusados da prática de quase duas centenas de crimes de natureza económico-financeira. Entre eles está o antigo primeiro ministro José Sócrates, acusado de 31 crimes de corrupção passiva, falsificação de documentos, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.  

A acusação sustenta que Sócrates recebeu cerca de 34 milhões de euros, entre 2006 e 2015, a troco de favorecimentos a interesses do ex-banqueiro Ricardo Salgado no Grupo Espírito Santos (GES) e na PT, bem como por garantir a concessão de financiamento da Caixa Geral de Depósitos ao empreendimento Vale do Lobo, no Algarve, e por favorecer negócios do Grupo Lena.

Carlos Alexandre não esteve presente na distribuição do caso, após ter metido dois dias de folga do TCIC.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.