Jair Bolsonaro: «Acham que eu sou um rato para entregar o meu telemóvel? Jamais»

Presidente do Brasil fala em "aberração" e "ultraje" após divulgação de vídeo de reunião de ministros

A carregar o vídeo ...
Bolsonaro quer armar a população para evitar a instauração de uma ditadura no Brasil

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, garantiu na sexta-feira que "jamais" entregará o seu telemóvel à justiça, acrescentando que usa o aparelho para falar com outros líderes mundiais, temendo que o conteúdo das conversas seja divulgado.

"Acham que eu sou um rato para entregar o meu telemóvel nessas circunstâncias? Como é que eu vou entregar um telemóvel em que eu falo com líderes mundiais? Alguns falam que é praxe, eu não sou diferente de ninguém, a lei atinge-me, mas sou Presidente da República e vou lutar pelo meu país. Eu farei valer a posição do Presidente. Jamais pegarão o meu telefone. Seria uma afronta", afirmou Bolsonaro, em entrevista à rádio Jovem Pan.

Bolsonaro considerou ainda uma "aberração" e "um ultraje" que a justiça brasileira queira ter acesso ao seu telemóvel, num caso que investiga a alegada tentativa de interferência política do Presidente na Polícia Federal
SAIBA MAIS

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0