João Galamba critica vídeo "lamentável" de Centeno sobre a Grécia

Varoufakis apelidara a ideia de "propaganda norte-coreana".

Na manhã desta segunda-feira, o ministro das Finanças, Mário Centeno, apareceu nas redes sociais do Conselho Europeu na qualidade de presidente do Eurogrupo, para felicitar a Grécia pelo fim de oito anos de resgates financeiros. O vídeo sofreu duras críticas de personalidades como o antigo ministro grego Yannis Varoufakis e chegou mesmo ao seu partido, com o antigo porta-voz dos socialistas, João Galamba a considerar a publicação "lamentável".


No Twitter, Galamba reagiu ao vídeo publicado pelo Conselho Europeu, escrevendo que se trata de "um vídeo lamentável que apaga o desastre que foi o programa de ajustamento grego e branqueia todo o comportamento das instituições europeias".


O deputado socialista referiu ainda ao jornal Público que "não gostou" da posição de Centeno. "Acho que é um vídeo de propaganda, lamentável que ignora a realidade do que aconteceu e como Varoufakis disse, parecia um vídeo coreano. Não anda longe da verdade", refere.

Ora, ainda na manhã desta segunda-feira, Yannis Varoufakis tinha respondido à publicação do Conselho Europeu, referindo que este "insulta a insuportável miséria da Grécia com um vídeo da máquina de propaganda norte-coreana".


João Galamba considera ao jornal que este é um vídeo "das instituições europeias" e não de Mário Centeno por si. Mas acrescenta que não gosta "de ver o ministro das finanças português fazer aquele papel".

No referido vídeo, Centeno assume que "a Grécia ganhou o controlo pelo qual lutou", afirmando que o "crescimento económico melhorou" e que "estes benefícios ainda não são sentidos em todos os quadrantes da população", mas prometendo que, "gradualmente, serão".

Autor: Sábado

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0