Record

José Silvano diz que não deu password a ninguém 

Secretário-geral do PSD quer que "tudo seja devida e rapidamente esclarecido" no caso das suas faltas ao plenário do Parlamento

José Silvano chamou hoje os jornalistas para ler uma declaração escrita na qual garante que não pediu a ninguém que se registasse em seu nome no sistema de presenças da Assembleia da República e assegura agora querer ver esclarecido como é que alguém usou a sua palavra-passe.

"Sou eu o primeiro a querer que tudo seja devida e rapidamente esclarecido", afirmou o secretário-geral do PSD, dizendo que "a ser verdade a notícia do JN" segundo a qual a Procuradoria-Geral da República está a analisar o caso é o primeiro a querer que isso aconteça.

"Saúdo tal iniciativa", disse o deputado, que vai mais longe e garante que se a PGR não abrir uma investigação, ele próprio tomará a iniciativa de apresentar uma queixa.

A atitude é uma mudança radical em relação às declarações feitas ontem à SÁBADO, quando assumia que não queria esclarecer de que forma alguém teria usado a sua password para entrar num dos computadores do plenário, registando assim a sua presença nos plenários dos dias 18 e 24, quando estava a centenas de quilómetros do Parlamento.

A contradição fica sem resposta, porque Silvano saiu da sala das conferências de imprensa da Assembleia sem responder a nenhuma das perguntas dos jornalistas.

"Quem não deve não teme", afirmou, descrevendo-se como "um homem honrado com mais de 30 anos de vida pública" a quem até agora ninguém tinha apontado uma falha.

De resto, o social-democrata garante que "legalmente e eticamente" nada há a apontar-lhe neste caso.

Por isso, o deputado apela a que "a PGR abra rapidamente uma investigação".

José Silvano aproveitou ainda para justificar por que motivo decidiu agora fazer esta declaração.

"Nunca imaginei que este episódio pudesse chegar ao patamar mediático a que chegou", justificou-se.

Recorde-se que o JN avança hoje que os serviços da Assembleia já terão identificado dois deputados do PSD, um do Norte e outro do Centro, que terão usado a palavra-passe de Silvano. A identificação terá sido feita cruzando a identificação do terminal em que foi feito o registo com a imagem das câmaras do plenário à hora em que esse registo foi feito.

Silvano não fez qualquer referência a esse facto nem explica por que motivo disse ao Expresso que a sua password é a mesma desde o início da legislatura quando o gabinete do presidente da Assembleia da República já confirmou que todas as palavras-passe dos deputados foram mudadas no final da última sessão legislativa.

Autor: Sábado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias
M