José Veiga conhece hoje as medidas de coação

Esteve ontem todo o dia a ser ouvido pelo juiz Carlos Alexandre

• Foto: Pedro Simões

José Veiga esteve ontem todo o dia a ser ouvido pelo juiz Carlos Alexandre, mas só hoje são conhecidas as medidas de coação ao empresário detido na passada quarta-feira no âmbito do processo Rota do Atlântico. "Ele esteve sempre sereno, tranquilo, colaborante e isso é o mais importante", referiu Rogério Alves, advogado do empresário que foi interrogado durante cerca de 14 horas. "Todas as medidas de coação são possíveis", referiu ainda o advogado, considerando que a intervenção de Veiga "enriqueceu muito o material probatório e indiciário" da investigação.

Além de José Veiga, o advogado Paulo Santana Lopes, irmão do antigo primeiro-ministro Pedro Santana Lopes, e uma advogada também foram detidos no âmbito do mesmo processo. Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR) existem suspeitas de corrupção ativa em comércio internacional , fraude fiscal, branqueamento de capitais, tráfico de influências, participação económica em negócio na compra e venda de ações de uma instituição financeira estrangeira, ações detidas por uma instituição de crédito nacional.

O antigo empresário de jogadores de futebol está a ser alvo de uma investigação de dimensão internacional, com ligações aos continentes europeu, africano e americano. A PGR refere que está também a ser investigada a origem de fundos movimentados em outros negócios, como a celebração de contratos de fornecimento de bens e serviços, obras públicas e venda de produtos petrolíferos.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.