Juan Guaidó proibido de exercer cargos públicos durante 15 anos

Autoproclamado presidente da Venezuela acusado de mentir nas declarações de rendimentos

• Foto: Reuters

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, vai ser proibido de exercer cargos públicos por um período de 15 anos, a pena máxima prevista pela lei, anunciou o corregedor estatal Elvis Amoroso.

Segundo a Reuters, o procurador acusou o presidente da Assembleia Nacional - e principal opositor do presidente Maduro - de ter inconsistências nos dados financeiros que forneceu e tem um histórico de gastos que não correspondem ao seu nível de rendimentos.

Autor: Sábado

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.