O juiz Carlos Alexandre validou as escutas que José Sócrates e Ricardo Salgado tinham pedido que fossem anuladas alegando um vírus informático, avança o 'Correio da Manhã'.

Carlos Alexandre assinou segunda-feira um despacho onde diz que não há motivo para considerar que as escutas sejam nulas.