Madureira e o episódio do microfone da CMTV: «Toda a gente levou para a brincadeira»

Líder dos Super Dragões diz que claque não exerce pressão sobre jornalistas

A carregar o vídeo ...
Líder dos Super Dragões divulga vídeo com microfone da CMTV

Fernando Madureira comentou esta sexta-feira o episódio do microfone da CMTV dizendo-se tranquilo com as implicações jurídicas da partilha das imagens e afirmando que foi tudo levado na "brincadeira".

"Existem as redes sociais e isso tornou-se viral. Toda a gente levou para a brincadeira. Nós só levamos para a brincadeira e para o gozo", disse o líder dos Super Dragões em entrevista na TVI 24.

Madureira acrescentou que "cada cidadão tem de se responsabilizar pelos seus atos" e defendeu que "partilhar ainda não é crime".

Quanto à pressão exercida sobre jornalistas respondeu que o que a claque faz é "falar e denunciar o tratamento de alguns orgãos de comunicação social", não mais do que isso.

"Jornalistas agredidos? Não tem nada a ver com os Super Dragões, que só existem para apoiar o clube. Cada indivíduo que faz este ou aquele comentário age por si e tem de se responsabilizar por isso. Não são os Super Dragões", referiu.

Para Madureira os Super Dragões são uma "microssociedade, onde há pessoas boas e más".  O líder da claque portista lamentou que a imprensa só noticie "o que de mal acontece" e não dê cobertura quando se trata, por exemplo, de uma "ação de solidariedade".

Madureira revelou ainda os rendimentos que declarou em 2016. Saiba aqui.

Por Sandra Lucas Simões
10
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias