Maior casa de apostas do Reino Unido vai fechar 700 lojas e dispensar 4.500 trabalhadores

A decisão surge depois de, em abril, o Governo britânico ter limitado a 2 libras as apostas nos terminais eletrónicos instalados nas lojas

William Hill
William Hill

A William Hill, a maior casa de apostas do Reino Unido, vai pôr em marcha um plano de reestruturação que implicará o encerramento de 700 lojas, colocando em risco cerca de 4.500 postos de trabalho.

 

A operadora, que tem uma quota de mercado de 25% no Reino Unido e Irlanda, justifica a medida com a forte quebra de receitas provocada pela decisão do Governo, em abril, de reduzir de 100 para 2 libras o montante máximo das apostas nos terminais eletrónicos (uma espécie de slot machines eletrónicas) instalados nas lojas dos operadores.

 

Isto porque, de acordo com a BBC, esses terminais, que são chamados a "cocaína" do mundo das apostas, tornaram-se uma preocupação para o Governo britânico já que as perdas anuais dos apostadores nessas máquinas ascendem a quase 2 mil milhões de libras.

 

Essa limitação levou a um forte descida das receitas para a casa de apostas fundada em 1934, que pretende avançar com a reestruturação antes do final do ano. "A empresa tem assistido a uma descida significativa das receitas provenientes das máquinas de apostas", confirmou a empresa em comunicado esta quinta-feira.

 

"O grupo procurará aplicar medidas de redundância voluntária e redistribuição e dará apoio a todos os colegas durante o processo", acrescenta o comunicado. "Sujeito ao resultado do processo de consulta, o encerramento de lojas deve começar antes do final do ano".

 

Antes de a William Hill anunciar o seu plano de reestruturação, já a rival GVC Holdings havia cortado a sua estimativa de lucros para 2019 em 135 milhões de libras e alertado que as restrições impostas pelo Governo levariam ao encerramento de cerca de mil lojas.

 

A William Hill tem atualmente 2.300 lojas no Reino Unido e 12.500 funcionários.

 

As ações da William Hill estão a cair 0,03% para 163,65 pence na bolsa de Londres, depois de terem atingido ontem o valor mais alto desde abril.


Autor: Negócios

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias