Médico espanhol avisa: «O que se passa em Lisboa tem de servir de exemplo em Espanha»

Javier Gallego pede que as pessoas "não voltem a fazer uma vida completamente normal"

• Foto: Lusa

Javier Gallego, médico espanhol que é chefe do serviço de cirurgia torácica no Hospital dos Lusíadas, avisou num programa de rádio do seu país natal que os espanhóis têm de pôr os olhos no que está a acontecer na capital portuguesa, no que diz respeito ao aumento do número de casos de covid-19.

"O que se passa em Lisboa tem de servir de aviso para Espanha", refere, explicando que um dos motivos para o que está a suceder se deva ao facto de "muita gente quando voltou à sua atividade profissional andou nos transportes públicos e talvez houvesse um excesso de confiança e falta de algumas medidas básicas, como a máscara."

O médico falou também dos ajuntamentos de jovens, que são agora os principais afetados pela doença. "Saíram à rua e organizaram reuniões com mais de 10 pessoas, que estão proibidas neste momento."

Gallego lança, assim, uma advertência. "Portugal inicialmente foi um exemplo ao nível europeu, mas neste momento tem de servir de exemplo a outros países, como Espanha, para que não ganhem excesso de confiança, não voltem a fazer uma vida completamente normal."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias