Record

Metade das horas extra não são remuneradas

Dados do INE indicam que 576 mil trabalhadores realizaram, em média, entre oito e nove horas extraordinárias semanais

pessoas a trabalhar em série trabalhador trabalho emprego
pessoas a trabalhar em série trabalhador trabalho emprego

Quase metade das horas extraordinárias realizadas em 2018 por trabalhadores por contra de outrem não foram remuneradas. De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística calculados pelo Jornal de Notícias, estes funcionários trabalharam, em média, dois milhões e meio de horas extraordinárias não pagas por semana, um aumento de 13% em relação a 2017.

O jornal refere que esta carga laboral não remunerada traduz-se, em teoria, na criação de mais 64 mil empregos a tempo inteiro – cada com 40 horas semanais – de maneira a ocupar essas horas extraordinárias. Ao todo, foram 576 mil pessoas em Portugal que realizaram horas extraordinárias por semana no passado ano, 49,4% delas sem direito a remuneração.

Este é um novo máximo em termos absolutos nesta estatística mas, em proporção, os números de 2014 e 2017 continuam a estar acima devido à percentagem de empregados a realizarem horas extra. Esta média não registou grandes alterações ao longo dos anos, oscilando entre as oito e nove horas semanais desde 2012.

Autor: Sábado

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias