Michael Jordan vai doar 100 milhões de dólares para a luta contra o racismo

Apoio prolonga-se na próxima década

• Foto: Lusa/EPA

Michael Jordan vai doar 100 milhões de dólares (88,5 milhões de euros) nos próximos 10 anos a instituições que lutam pela igualdade e justiça social e pelo acesso à educação como forma de ajudar a combater o racismo nos Estados Unidos da América. 

O anúncio foi feito através de um comunicado emitido esta sexta-feira pela marca do antigo basquetebolista e lenda da NBA, na sequência das recentes manifestações em território norte-americano e um pouco por todo o Mundo após a morte de George Floyd. 

"Anunciamos um compromisso conjunto de Michael Jordan e da Jordan Brand de doar 100 milhões de dólares nos próximos 10 anos. Devemos unir forças com a comunidade, governo e líderes civis para criar um impacto duradouro", pode ler-se.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0