Mortes por covid-19 no Mundo já ultrapassam as 10 mil

Os primeiros 100 mil casos demoraram três meses a aparecer, mas os segundos surgiram num intervalo de apenas 12 dias

A epidemia de coronavírus já resultou na morte de 10.000 pessoas em todo o mundo, dizem os números recolhidos pela Universidade John Hopkins e avançados pela Bloomberg.

A doença parece estar a infetar as pessoas a um ritmo mais rápido – os primeiros 100.000 casos demoraram três meses a aparecer, mas os segundos surgiram num intervalo de apenas 12 dias, nota a Organização Mundial de Saúde.

Entre os casos mais sonantes no mundo da política, está o recentemente divulgado do negociador do Reino Unido na questão do Brexit, David Frost. Antes deste já havia sido divulgado o do secretário de Estado de Bolsonaro, Fábio Wajngarten.

O número de mortess em Itália já ultrapassou, inclusivamente, o verificado na China, que voltou a não dar conta de novos casos no epicentro do vírus. As mortes por coronavírus em Itália chegaram às 3.405 na quinta-feira, 427 a mais que na quarta-feira, tornando este país o primeiro no mundo em número de mortes, à frente da China (3.245).

As medidas para a contenção do vírus têm por isso escalado, e, na California, já foi também adotada a política de isolamento em casa. A administração de Trump recomendou que os americanos fora do país regressassem e que aqueles que estão em território nacional não se ausentassem.

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.