Mulher que acusou Kavanaugh vai testemunhar perante o Senado dos EUA

Christine Blasey Ford acusou o juiz conservador, candidato de Trump ao Supremo Tribunal, de a ter agredido durante uma noite entre adolescentes, no início dos anos 1980

• Foto: Reuters

A mulher que acusou Brett Kavanaugh de agressão sexual vai testemunhar perante uma comissão do Senado. A notícia foi confirmada este sábado pelos media norte-americanos, um dia depois de ter sido avançado que Christine Blasey Ford estava disposta a falar sobre o episódio, mas exigia que o candidato de Donald Trump ao Supremo Tribunal não estivesse presente durante a audição.

A nomeação de Kavanaugh para o Supremo Tribunal foi posta em causa quando Ford o acusou de agressão sexual quando ambos eram adolescentes, há mais de 30 anos - uma acusação rejeitada pelo juiz conservador.

Os republicanos querem concluir o processo de nomeação rapidamente, mas os democratas consideram que a acusação justifica um adiamento e recusam apressar o processo.

No Twitter, o presidente norte-americano, Donald Trump, desvalorizou a acusação, afirmando que, se a agressão fosse "tão má", a mulher teria apresentado queixa imediatamente. "Não tenho dúvidas de que, se o ataque à Dra. Ford foi tão mau como ela diz, ou ela ou os seus queridos pais teriam imediatamente apresentado queixa às autoridades locais competentes", escreveu. "Peço que essa queixa seja mostrada, para que possamos saber a data, a hora e o local!", acrescentou.

Noutro tweet, Trump escreveu que Kavanaugh tem "uma reputação impecável" e está a ser "atacado por políticos de esquerda radicais" que "não querem respostas, apenas destruir e adiar". "Os factos não interessam. Passo por isso com eles todos os dias em D.C.", reforçou.

Autor: Sábado (com Lusa)

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.