«Não são só nomes numa lista. Somos todos nós»: New York Times homenageia os 100 mil mortos nos EUA

Primeira página do jornal está a correr mundo

'Uma perda incalculável': Capa do The New York Times com alusão às vítimas de coronavírus corre o Mundo
'Uma perda incalculável': Capa do The New York Times com alusão às vítimas de coronavírus corre o Mundo
'Uma perda incalculável': Capa do The New York Times com alusão às vítimas de coronavírus corre o Mundo
'Uma perda incalculável': Capa do The New York Times com alusão às vítimas de coronavírus corre o Mundo
'Uma perda incalculável': Capa do The New York Times com alusão às vítimas de coronavírus corre o Mundo
'Uma perda incalculável': Capa do The New York Times com alusão às vítimas de coronavírus corre o Mundo

"Estados Unidos perto das 100 mil mortes, uma perda incalculável": Esta é a frase que está a correr o Mundo e faz manchete do jornal norte-americano The New York Times deste domingo. Em causa estão as vítimas mortais do coronavírus nos EUA.

De acordo com os números contabilizados até às 20h00 de sábado (01h00 de domingo em Lisboa), o país registou 1.103 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos para 96.983, segundo um balanço independente da Universidade Johns Hopkins. Também mais 18.467 foram infetadas nas últimas 24 horas, atingindo os 1.618.948 casos confirmados desde o início da pandemia.

Os Estados Unidos são de longe o país com mais vítimas mortais em todo o mundo e mais casos de infeções confirmadas.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.