Neto de Moura processa humorista e líder do Bloco de Esquerda

Mais duas personalidades que se juntam à lista

O juiz Neto de Moura irá processar mais duas pessoas por considerar que se excederam na sua liberdade de expressão após declarações e comentários a respeito das polémicas decisões sobre casos de violência doméstica do magistrado.

De acordo com a TSF, o humorista Diogo Batáguas e a líder do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, juntam-se a outras personalidades que criticaram abertamente Neto de Moura e foram também alvos de processos como os humoristas Ricardo Araújo Pereira e Bruno Nogueira, a deputada Mariana Mortágua e os comentadores Joana Amaral Dias e Manuel Rodrigues.

O juiz do Tribunal da Relação do Porto está ainda a preparar os processos que irá apresentar em tribunal e o seu advogado, Ricardo Serrano Vieira, indica à rádio que o objetivo para a entrega dos mesmos é o final de 2019, uma vez que o prazo para a sua apresentação são três anos.

A defesa do magistrado adianta que os alvos dos processos estão a ser estudados, tendo em conta artigos ou comentários em jornais, rádios e televisões - fazendo referência a um vídeo do humorista que conta com 161 mil visualizações



O advogado de Neto de Moura não revelou o valor das indemnizações pedido a cada alvo mas refere que o mesmo será diferente, tendo em conta o dano causado pelos visados ao juiz.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.