O discurso de Greta à chegada em Lisboa: «Não vamos parar»

Jovem ativista de 16 anos ruma a Madrid para participar na cimeira do clima

Greta Thunberg
Greta Thunberg

A jovem ativista Greta Thunberg, de 16 anos, chegou esta terça-feira a Lisboa, depois de uma viagem de catamarã que durou 21 dias, tendo atravessado todo o oceano Atlântico. À chegada, a sueca teve poucas palavras para as dezenas que a aguardavam. A ativista referiu que depois de participar na cimeira do clima irá voltar para casa.

Após agradecer aos que a ajudaram durante a viagem, a jovem revelou que enjoou no primeiro dia e que estava cansada, mas que era muito bom encontrar uma "recepção tão calorosa", com tantas pessoas. "Estou tão grata por ter feito esta viagem e ter esta experiência e estou muito honrada por ter chegado a Lisboa e a Portugal", disse a ativista. "Depois de ter ter estado isolada durante 3 semanas, num espaço tão limitado e com tão poucas coisas por fazer, sinto-me bastante descontraída e ser recebida desta forma é muito bom", acrescentou.

"Sabe muito bem estar de volta à Europa. Tive uma aventura e tanto e sabe bem estar de volta e claro que eu, como outros ativistas pelo clima não vamos parar, vamos continuar a fazer tudo o que for possível nesta luta", disse Greta. 

"Não tenho muito a dizer, apenas que estamos a enfrentar uma emergência climática e temos de a abordar de um ponto de vista correto e garantimos condições de vida no futuro. Por nós, pelos netos e todos os que vierem a garantir que estão do lado certo da história que todos vocês sejam ativos e comecem a lutar pelo vosso futuro. E mais uma vez, obrigado a estas pessoas", concluiu.

A ativista ambiental sueca estará poucas horas na capital, antes de viajar para Madrid de comboio para participar na cimeira sobre as Alterações Climáticas (COP25).

A jovem, de 16 anos, viajou no catamarã La Vagabonde, acompanhado por Svante Thunberg, o seu pai, Nikki Henderson, uma skipper britânica, Elayna e Riley, um jovem casal australiano e Lenny, o seu filho de 11 meses. Greta saiu a 13 de novembro de Hampton, no estado norte-americano de Virgínia, onde esteve a participar na Cimeira do Clima de Nova Iorque.

Segundo a agência Lusa, a Câmara Municipal de Lisboa disponibilizou carros eléctricos para o transporte de Greta após o desembarque, mas activistas portugueses dizem que a jovem vai a pé para Santa Apolónia.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.