O homem que dorme no hotel das Mil Estrelas

JOEL BUTON HÁ 14 anos QUE CORRE A EUROPA

O homem que dorme no hotel das Mil Estrelas
O homem que dorme no hotel das Mil Estrelas

Encontramo-lo na Praia da Boa Nova, em Leça da Palmeira. Joel Buton, francês, 54 anos, dormia ao lado da sua carripana. Há 14 anos que este cuspidor de fogo e faquir corre a Europa lutando contra o uso de minas. O longo percurso, numa motorizada improvisada, está quase a terminar para este homem nascido nos arredores de Nantes e que já percorreu 50 mil quilómetros e passou por 25 países por uma causa. A sua intenção final, depois de chegar a Compostela, é marcar uma audiência com Barak Obama. "Sei que não vou acabar com este flagelo mas pelo menos será uma porta que se abrirá", diz a Record quem vive das contribuições que lhe vão dando e dorme no melhor hotel do mundo: "O Hotel das Mil Estrelas".

De todos os países por onde passou, destaca três pela positiva: Albânia, Croácia - onde conviveu com equipas de desminagem - e Portugal ("pela hospitalidade das suas gentes"). O pior de todos não é um país mas já foi um reino: "A Sicília". Aí, foi assaltado por um grupo de marroquinos. "Bateram-me e roubaram-me 30 euros", conta.

"Prossigo a missão da princesa Diana, que muito lutou contra o uso de minas que estropiam ainda tantas crianças", sublinha, antes de se meter a caminho de Santiago de Compostela, o famoso Campo das Estrelas.

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias