«O meu cabelo tem que estar perfeito»: EUA mudam lei sobre pressão dos chuveiros após Trump se queixar

Presidente dos EUA queixou-se da situação dos duches no país, que não correspondem às suas necessidades

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Num evento na Casa Branca, em julho, Donald Trump comentou no discurso que fez, que se deviam mudar as regras sobre a pressão da água nos chuveiros, queixando-se que a pressão atual não deixava que o seu cabelo se mantivesse "perfeito". Agora o Governo dos EUA propôs precisamente uma alteração à lei, para que seja permitido que as cabeças de chuveiro e duches aumentem a pressão da água.

No mesmo mês em que os EUA ficaram no limiar das 150 mil mortes pelo novo coronavírus e ultrapassaram os 4 milhões de infetados, Trump manifestou o seu descontentamento, por considerar que a pressão que os chuveiros dos EUA tinham não era suficiente para as suas necessidades de limpeza capilar.

"O que é que vocês fazem? Ficam ali mais tempo ou tomam um duche demorado. Porque o meu cabelo – não sei quanto a vocês -, mas o meu tem que estar perfeito", confessou o presidente dos EUA.

O plano já viria de dezembro do ano passado, com Trump a queixar-se que os reguladores ambientais planeavam rever a legislação sobre lavatórios, torneiras e sanitas, com o objetivo de promover a poupança de água e de energia. "As pessoas estão a disparar o autoclismo 10 vezes, 15 vezes, em vez de ser só uma vez", disse Trump numa reunião com empresários do setor, desvalorizando os apelos para a proteção ambiental.

A proposta feita pela administração Trump prevê que o presidente norte-americano possa tomar duche como se estivesse em 1992: a pressão será regulada para 9,5 litros por minuto, o decretado pelo Congresso na altura da presidência do republicano George HW Bush.

4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.