Operação Marquês: Decisão do Ministério Público conhecida até 20 de novembro

José Sócrates é o principal arguido

• Foto: Lusa

A decisão do Ministério Público sobre o inquérito 'Operação Marquês', cujo principal arguido é José Sócrates, deverá ser conhecida até 20 de novembro, após os procuradores terem recebido a última carta rogatória no dia 22 deste mês.

Numa resposta enviada à agência Lusa, a Procuradoria-Geral da República adianta que a última carta rogatória, solicitada às autoridades suíças, "foi junta aos autos no dia 22 de agosto", data a partir da qual será contado o prazo máximo de três meses para a conclusão do inquérito.

Quanto à contagem do prazo para o despacho final do inquérito, a PGR remete para uma informação prestada em abril, onde é dito que "a procuradora-geral da República decidiu prorrogar por três meses, contados da data da devolução e junção ao inquérito da última carta rogatória a ser devolvida, o prazo para encerramento do inquérito".

A notícia sobre a devolução da carta e do prazo para o final do inquérito foi avançada pela SIC Notícias.

O antigo primeiro-ministro José Sócrates está indiciado por fraude fiscal qualificada, corrupção e branqueamento de capitais.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.