Reféns do voo desviado para Malta estão a ser libertados

Avião proveniente da Líbia seguia com 118 pessoas a bordo

• Foto: Reuters
O primeiro-ministro maltês informou, através da rede social Twitter, que já foram libertados pelo menos 109 pessoas do avião proveniente da Líbia que foi desviado para Malta por dois sequestradores, que ameaçaram fazer-se explodir. Parte da tripulação também foi libertada.

De acordo com o relato feito por Joseph Muscat, a libertação tem sido feita em pequenos grupos. O primeiro, com 25 passageiros, incluía apenas mulheres e crianças. Ainda segundo o primeiro-ministro maltês, continuam dentro da aeronave os dois sequestradores e os restantes membros da tripulação.

De acordo com o Times of Malta, os terroristas têm granadas e apresentaram algumas exigências para libertar 111 passageiros, entre eles uma criança, e sete tripulantes. O diário não adianta, no entanto, quais as exigências feitas.

O Governo de união nacional líbio em Tripoli confirmou o desvio do aparelho da companhia líbia Afriqiyah Airways, que tinha deixado Sebha (sul) com destino a Tripoli.

(atualizada às 14H27)
Por João G. Oliveira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias