PIB de Portugal poderá ter crescido no trimestre em que a Zona Euro contraiu 3,3%

As estimativas do ISEG apontam para que o PIB de Portugal tenha registado uma variação homóloga entre -0,5% e 1%

Ruas de Lisboa quase desertas
Ruas de Lisboa quase desertas

A economia portuguesa terá registado um desempenho menos negativo do que o conjunto da Zona Euro no primeiro trimestre, com o ISEG a admitir mesmo que o PIB possa ter uma variação positiva nos três primeiros meses do ano, quando comparado com o mesmo período do ano passado.
 
"Os indicadores quantitativos disponíveis para Portugal sugerem um desempenho menos negativo no primeiro trimestre", face ao registado na Zona Euro, refere o ISEG, estimando que a variação homóloga do PIB português terá ficado entre -0,5% e 1%. Na comparação com o último trimestre de 2019 a estimativa do ISEG aponta para uma queda no PIB entre 2% e 2,5%.
 
Segundo a estimativa rápida do Eurostat, o PIB da Zona Euro contraiu 3,3% em termos homólogos e 3,8% face ao quarto trimestre de 2019.
 
O ISEG adianta que "mesmo com o mês de março razoavelmente negativo", o PIB poderá ter registado uma variação homóloga positiva "devido ao bom desempenho nos dois primeiros meses do ano", nomeadamente na procura Interna e suas componentes.
 
O Grupo de Análise Económica da universidade adianta ainda que "esta previsão menos negativa do que a média da Área Euro também se justifica por Portugal ter estado a crescer acima da média no passado recente e por ter sido atingido pela Covid-19, e ter recorrido ao confinamento, um pouco mais tarde do que alguns países europeus (nomeadamente, Itália e Espanha)".
 
A Comissão Europeia estimou hoje que o PIB de Portugal possa contrair 6,8% em 2020, menos que os 7,7% estimados para a Zona Euro.

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0