PJ faz buscas nas casas e empresa de Matthias Schmelz, milionário suspeito de organizar orgias com menores

Autoridades procuram vídeos comprometedores

Matthias Schmelz
Matthias Schmelz
Matthias Schmelz
Matthias Schmelz
Matthias Schmelz
Matthias Schmelz

A Polícia Judiciária está esta segunda-feira a efetuar buscas nas casas e empresa de Matthias Schmelz, o milionário suspeito de organizar orgias com menores. 

As autoridades procuram vídeos comprometedores do presidente da Rainbow e todo o tipo de prova documental que possa ser anexada ao processo. O caso poderá comprometer não só o milionário como também as menores e angariadoras envolvidas. 

O alemão encontra-se fora do país pelo que, dificilmente, será constituído arguido durante o dia desta segunda-feira. Em causa estará o crime de lenocídio e, consoante o que for encontrado, pornografia de menores. 

Recorde-se que até ao momento, como o Correio da Manhã já noticiou, o processo não tem quaisquer arguidos. Matthias Schmelz não pode, para já, ser preso. A secção de crimes sexuais da Polícia Judiciária de Lisboa, que realiza a investigação, ainda não encontrou menores de 14 anos como participantes comprovadas nas orgias sexuais que o alemão realizava.

Caso isso aconteça, o empresário será levado a interrogatório e, previsivelmente, constituído arguido do crime de abusos sexuais. Outro possível delito é o de pornografia de menores, devido à divulgação de imagens de teor sexual nas redes sociais, envolvendo mulheres de idade indefinida. 

Por Correio da Manhã
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.