Polícia investiga 55 clubes no caso de pedofilia no futebol inglês

Emblemas profissionais e amadores envolvidos no escândalo

• Foto: EPA

A polícia britânica está a investigar 55 clubes ingleses, tanto profissionais como amadores, devido ao escândalo de pedofilia que está a abalar o futebol inglês, revelou este domingo a imprensa britânica.

De acordo com o jornal britânico 'The Observer', o Conselho Nacional de Chefes de Polícia (NPCC na sigla em inglês), órgão que coordena as forças policiais locais, confirmou que 55 clubes foram mencionados nas diferentes investigações do Reino Unido.

O diretor da linha telefónica criada para as vítimas, criada pela principal organização de proteção de menores no Reino Unido (NSPCC), recebeu 860 chamadas em apenas uma semana e sentiu que os jovens futebolistas estão agora em perigo.

"Temos algumas informações, algumas alegações de que as crianças podem estar, neste momento, em perigo", revelou John Cameron, líder do NSPCC, ao 'The Observer'.

Davy Russell, antigo jogador do Charlton Athletic, de 50 anos, disse que enviou uma carta à federação inglesa, em 1986, a relatar os abusos sexuais de que foi alvo por parte de Eddie Heath, antigo olheiro do Chelsea, mas não obteve qualquer resposta.

"Escrevi uma carta à federação inglesa a dizer o que me tinha acontecido. Implorei para investigarem, para não acontecer a outros jovens, mas nunca recebi qualquer resposta ", revelou o antigo jogador.

A federação e os clubes ingleses foram acusados de terem encoberto durante décadas inúmeros atos de pedofilia envolvendo um número ainda não determinado de vítimas, mas que poderá ser superior a 350 de acordo com um relatório divulgado pela polícia.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0