Portugal com 76 mortos e 4268 infetados com coronavírus

Direção Geral de Saúde atualizou números relativos à situação da pandemia

O número de vítimas mortais em Portugal devido ao novo coronavírus aumentou para 76, o que traduz uma subida de 16 face a ontem, quando estavam contabilizados 60 óbitos, anunciou a Direção Geral de Saúde (DGS) esta sexta-feira, 27 de março.

Quanto ao número de infetados (casos confirmados), aumentou 20,4% para 4.268. Ontem, o número de infetados tinha subido 18,3% para 3.544, pelo que em termos absolutos a subida de casos foi de 724.

Verifica-se assim uma ligeira aceleração na taxa de crescimento do número de infetados (20,4% contra 18,3% ontem) e na variação em termos absolutos (724 contra 549).

O crescimento do número de mortos em termos absolutos desceu ligeiramente (16 contra 17 ontem), sendo que a taxa de crescimento também baixou (27% contra 40% ontem).

Tendo em conta o número de infetados e de vítimas mortais, a taxa de letalidade está em 1,8%, contra 1,7% ontem. Com o número de mortos a crescer acima dos casos confirmados de infetados, a taxa de letalidade atingiu assim o nível mais elevado desde o início da pandemia, uma tendência que era já espetável e tinha sido antecipada pela DGS.

Segundo o boletim diário da DGS, há 24 mortos na região de Lisboa e Vale do Tejo, 18 no centro, 33 no Norte e 1 no Algarve. Os Açores, Madeira e Alentejo continuam sem vítimas mortais a lamentar.

Entre as 76 vítimas mortais, 43 têm mais de 80 anos, 18 entre 70 e 79, dez entre 60 e 69, quatro entre 50 e 59 e uma com idade entre 40 e 49 anos. 27 são mulheres e 49 homens.

O número de casos suspeitos aumentou para 25.431 (ontem estava em 22.257) e 3.995 pessoas aguardam resultados de testes laboratoriais (2.145 ontem). Existem apenas 43 casos recuperados, os mesmos de ontem.

O número de pessoas em vigilância pelas autoridades é agora de 19.816 (14.994 ontem).

Quase 25 mil mortos em todo o mundo

Quase 25 mil pessoas morreram em todo o mundo infetadas por covid-19, de acordo com um balanço feito pela Agência France Presse (AFP) a partir de dados oficiais divulgados hoje às 11:00.

O novo coronavírus matou 24.663 pessoas em todo o mundo desde que surgiu em dezembro, segundo este novo balanço.

Foram registados 539.360 casos de infeção em mais 183 de países e territórios desde o início da epidemia. Pelo menos 112.200 foram considerados curados.

Itália, que registou a primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro, é o país mais afetado em número de mortes, com 7.503 em 74.386 casos. 9.362 pessoas foram consideradas curadas pelas autoridades italianas.

Depois da Itália, os países mais afetados são Espanha, com 4.858 mortes para 64.059 casos, a China continental com 3.292 mortes (81.340 casos), o Irão com 2.378 mortes (32.332 casos) e França com 1.696 mortes (29.155 caso).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou 81.340 casos (55 novos entre quinta-feira e hoje), incluindo 3.292 mortes (cinco novas) e 74.588 curados.

Desde as 19:00 de quinta-feira, Honduras, Venezuela, Nicarágua e Uzbequistão anunciaram as primeiras mortes ligadas ao vírus. São Cristóvão e Nevis, nas Caraíbas, anunciaram o diagnóstico dos primeiros casos.

A Europa totalizou 16.925 mortes para 292.246 casos, Ásia 3.682 mortes (101.935 casos), Médio Oriente 2.437 mortes (38.896 casos), Estados Unidos e Canadá 1.332 mortes (89.400 casos), América Latina e Caraíbas 182 mortes (10.056 casos), África 91 mortes (3.340 casos) e Oceânia 14 mortes (3.491 casos).

Em Portugal, registaram-se 60 mortes e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço divulgado na quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 549 novos casos em relação a quarta-feira.

Dos infetados, 191 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.



(notícia em atualização)

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0