Portugal entre os países de destino de carne de vacas doentes da Polónia

Direção-Geral de Alimentação Veterinária já reforçou a fiscalização

A Polónia exportou 2,7 mil toneladas de carne suspeita proveniente de um matadouro que abatia animais doentes e abastecia dez países da União Europeia. De acordo com informações avançadas pelo canal TVN24, Portugal está entre os Estados-membros que terão recebido esta carne mas, ao jornal Público, o Ministério da Agricultura garante que ainda não foi detetado qualquer problema.

Uma reportagem emitida no passado sábado pelo canal polaco mostrava animais doentes a serem abatidos num matadouro a pouco mais de cem quilómetros de Varsóvia, com o objetivo de que a sua carne fosse vendida para consumo humano. Imagens captadas de forma clandestina indicavam que o controlo veterinário no matadouro era escasso e que, ao preparar a carne antes de a vender, os trabalhadores retiravam feridas, tumores ou outros indícios de que a carne estaria imprópria para consumo.

Em conferência de imprensa, o diretor-geral veterinário da Polónia, Pawel Niemczuk, afirmou esta quinta-feira que os países de destino da carne eram Portugal, Estónia, Eslováquia, Finlândia, França, Hungria, Lituânia, Roménia, Suécia e Espanha.

De acordo com o Ministério da Agricultura ao jornal Público, a Direção-Geral de Alimentação Veterinária já reforçou a fiscalização dos matadouros e entidades como a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) reforçaram o controlo de outros pontos de distribuição de carne. Até agora, não foi detetada qualquer carne contaminada.

A Polónia é um dos principais produtores de carne da União Europeia, produzindo cerca de 560 mil toneladas de carne bovina por ano e vendendo 85% desta para o exterior.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.