Portugal vai receber um milhão de testes rápidos

O primeiro lote vai ser distribuído nas próximas três semanas pelas Administrações Regionais de Saúde

Portugal vai receber mais de um milhão de testes rápidos de antigénio, anunciou esta quinta-feira o Governo. O primeiro lote será distribuído durante as próximas três semanas de acordo com as necessidades e a situação epidemiológica de cada Administração Regional de Saúde.

Os 100 milhões de euros disponibilizados pela Comissão Europeia no âmbito de um acordo quadro "irão permitir a compra de mais de 20 milhões de testes, que serão distribuídos pelos vários países da UE, segundo o critério estabelecido pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças", indica o Ministério da Saúde, em comunicado.

Um primeiro lote de cerca de 750 mil testes "será distribuído faseadamente durante as próximas três semanas, de acordo com as necessidades e situação epidemiológica de cada uma das Administrações Regionais de Saúde (ARS)", refere o Governo Os 1.025.219 testes que Portugal vai receber serão alocados à Reserva Estratégica Nacional.

O anúncio da compra destes testes rápidos foi feito pelo secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, no final de outubro, quando se esperava que estes servissem para controlar surtos em lares ou escolas.

Mais rápidos e baratos, embora talvez não tão eficazes a detetar o vírus quando a carga viral é baixa, os testes de antigénio têm sido utilizados em diferentes países para combater surtos. 
 

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.