Portugal vai recomendar vacina da Johnson & Johnson para maiores de 60 anos

Comissão técnica de avaliação para as vacinas contra a covid-19 deverá recomendar um limite de idade para a administração da vacina da J&J

Vacina da Astrazeneca
Vacina da Astrazeneca

A vacina da Johnson & Johnson (J&J) deverá ser administrada em Portugal apenas a maiores de 60 anos.

Segundo a edição desta quarta-feira do Diário de Notícias, essa deverá ser a recomendação proposta pela comissão técnica de avaliação para as vacinas contra a covid-19 e posteriormente adotada, face à posição anunciada ontem pela Agência Europeia de Medicamentos, que admitiu a relação entre o fármaco do laboratório Jansen e a formação de coágulos, apesar de sublinhar que os benefícios superam os riscos. 

A decisão deverá ser tomada hoje numa reunião entre a Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Infarmed. "Face à exposição da EMA é muito provável que haja uma decisão semelhante à que foi tomada com a vacina da AstraZeneca", para a qual foi definida o mesmo limite de idade, refere ao DN fonte próxima do processo. 

Da mesma reunião sairá também a data para começarem a ser administradas as 31 200 doses da vacina da J&J que chegaram na semana passada, que fazem parte de um lote de 1,25 milhões de vacinas que já tinham sido adquiridas por Portugal antes das recomendações da EMA. A vacina da J&J tem a particularidade de ser de toma única. 

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.