Portuguesa que escondeu filha na mala do carro condenada a cinco anos de prisão

Com três de pena suspensa

A mulher portuguesa que escondeu a filha na mala do carro, e acusada de lhe ter causado profundos atrasos de desenvolvimento físico e mental, foi esta sexta-feoira condenada a cinco anos de prisão, com três anos de pena suspensa, anunciou fonte judicial.

Serena, a filha de Rosa Cruz, foi encontrada em 2013 dentro da mala de um carro quando tinha dois anos.

Rosa Cruz vai já dormir esta noite na prisão e pode recorrer da sentença pronunciada por um tribunal em Corrèze, centro da França.

De manhã, o Ministério Público tinha pedido oito anos de prisão efectiva para a cidadã portuguesa, que manteve a filha escondida durante dois anos na cave da sua casa e mala do carro.

Na leitura da sentença, a presidente do coletivo de juizes referiu que esta decisão poderia "desiludir" muitas das partes envolvidas no caso.

Rosa Cruz perdeu também qualquer poder paternal sobre a sua filha.

"Quero pedir perdão à Serena por tudo que lhe fiz de mal. Apercebo-me agora que lhe fiz muito mal e que sei que nunca mais vou ver a minha filha", disse a portuguesa radicada em França, ainda antes de ter sido proferida a sentença.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.