Primeiro-ministro belga crê que haverá novos ataques na Europa

Charles Michel diz que "risco zero não existe"

• Foto: EPA

O primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, afirmou, em entrevista ao jornal "La Libre Belgique", que haverá novos atentados na Europa, incluindo na Bélgica, sublinhando que o "risco zero não existe".

Na entrevista ao diário francófono, Charles Michel refere que o alerta de risco de atentado se mantém no nível três, de uma escala de quatro, que considera um "nível preocupante".

Reconhece também que a coordenação entre os diferentes serviços de informação deve melhorar, mas considera que uma nova reforma do Estado não resolverá nada na luta contra a ameaça terrorista.

"A prioridade hoje é fazer funcionar as instituições existentes", disse, defendendo: "Devemos pôr em marcha tudo o que for necessário para melhorar a nossa capacidade de ação no domínio da segurança".

Os atentados no aeroporto de Zaventem e na estação de metropolitano de Maelbeek, no passado dia 22 de março, provocaram 32 mortos e 340 feridos.

Os ataques foram reivindicados pelos extremistas do Estado Islâmico e perpetrados por três bombistas suicidas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias