Prisão preventiva para condutor que atropelou irmã de Yannick Djaló

Jovem ainda foi transportada para o hospital mas acabou por morrer

O condutor do veículo ligeiro de passageiros que atropelou mortalmente a irmã de Yannick Djaló nas festas da Moita ficou em prisão preventiva, avança o 'Correio da Manhã.

O atropelamento ocorreu pouco depois das 2 horas na Rua Silva Evaristo, que estava interdita ao trânsito devido às festas, indicou fonte da GNR. Açucena Patrícia, de 17 anos, ainda foi transportada para o hospital mas acabou por falecer.

Testemunha descreve atropelamento da irmã de Djaló à CMTV
Alegando desconhecer se o atropelamento foi propositado ou não, fonte da GNR referiu que a rua estava cortada ao trânsito e que para o automóvel entrar tiveram de ser desviadas as baias de segurança.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.