Problemas de segurança nas redes da Huawei são “especulação”

Huawei Portugal garante que o impacto económico do embargo pelos EUA não foi “significativo”

Nos últimos meses a Huawei tem estado envolta em polémicas relacionados com alegados problemas de segurança e espionagem nas suas Infraestruturas. E que ganharam novos contornos com o embargo imposto pelos EUA a produtos da China no âmbito da guerra comercial.

Porém, segundo Diogo Madeira, responsável pelo pelouro de comunicação da Huawei Portugal, o "impacto não foi significativo. Depois de duas semanas recuperámos o mesmo ritmo de vendas", acrescentou sem detalhar números.

 

Sobre os alegados problemas de segurança, preferiu não fazer mais comentários face aos que têm sido veiculados pelo grupo chinês. Mas relembrou que "não há nenhum registo de qualquer problema por parte de nenhum operador. Nunca ninguém viu nenhum problema", reiterou. 

 

Instado a comentar se se tratava então de apenas de especulação, o responsável não hesitou em responder: "sim".

 

Diogo Madeira assegurou ainda por diversas vezes que "os operadores continuam a confiar na Huawei". E prova disso são os 50 contratos que têm assinados para o desenvolvimento do 5G, dos quais 28 com operadores na Europa. 

 

Por sua vez, Samuel Ferreira, responsável pela área de 5G e soluções wireless da Huawei Portugal, relembrou que quem define as normas e padrões de segurança é a entidade independente 3GPP, os quais a Huawei irá seguir, assegurou

Por Negócios
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.