PSD admite tensão entre António Oliveira e partido em Gaia mas nega saber de desistência

Sociais-democratas admitem que o candidato à Câmara indicou haver "dificuldades de relacionamento" com a concelhia

O PSD admitiu hoje que o candidato do partido à Câmara de Gaia, António Oliveira, indicou haver "dificuldades de relacionamento" com a concelhia liderada por Cancela Moura, mas garantiu que o ex-selecionador nacional não comunicou a sua desistência.

"Esta é, neste momento, a verdade. Ele [António Oliveira] comunicou [a Rui Rio] que existia essa dificuldade de relacionamento e que já existe praticamente desde o início - queria que ele tivesse conhecimento disso - mas não lhe comunicou que queria desistir ou bater com a porta", indicou fonte do gabinete de comunicação.

O Expresso avançou hoje que o ex-selecionador nacional comunicou a Rui Rio, numa reunião esta tarde na Distrital do Porto, a sua renúncia, alegando "um conflito insanável com Cancela de Moura, presidente do PSD de Gaia, que não abdicou de ser nº 2 da lista de vereadores do antigo selecionador nacional ou, em alternativa, candidato à liderança de Assembleia Municipal".

Em declarações à Lusa, o gabinete de comunicação do PSD explicou que o ex-selecionador nacional pediu, hoje, uma reunião ao presidente do PSD, Rui Rio, a quem comunicou que havia uma "falta de entendimento" com a concelhia e que isso estava a "prejudicar" a candidatura. "Mas não lhe comunicou, de modo algum, que ia desistir, ou que queria desistir", reiterou a mesma fonte.

A Lusa tentou ouvir o presidente da Concelhia do PSD de Gaia e António Oliveira, mas até ao momento sem sucesso.

O nome do ex-selecionador nacional de futebol António Oliveira foi aprovado, na reunião da Comissão Política Distrital Alargada do PSD, que decorreu em 23 de março na Seroa, concelho de Paços de Ferreira.

Aquando do anúncio, Rui Rio disse que o ex-selecionador nacional de futebol António Oliveira tem o "perfil adequado" para liderar a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

"Tem experiência para lidar com pessoas e gerir pessoas e está ligado à área empresarial, tem o perfil adequado para pegar na Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e fazer um excelente trabalho. Não tenho dúvidas nenhumas", afirmou o presidente dos social-democratas numa conferência de imprensa no Porto, em 23 de março, onde divulgou mais 50 nomes de candidatos às autárquicas homologados pela direção nacional.

Questionado sobre uma possível "promiscuidade" entre futebol e política, Rui Rio respondeu que há 15 anos que António Oliveira "nada tem a ver" com futebol.

Aquilo que é promiscuidade entre futebol e política é quando os decisores políticos têm ligações ao futebol e vão para lugares onde favorecem os seus clubes e associações, o que acontece muito", disse à data.

O que não é o caso, sublinhou Rui Rio, acrescentando que alguém que esteve ligado ao futebol não pode ficar com estigma.

Até agora foram oficializadas à Câmara de Vila Nova de Gaia as candidaturas do antigo selecionador nacional António Oliveira (PSD), da deputada à Assembleia da República Diana Ferreira (CDU), do engenheiro civil Renato Soeiro, que foi em 2017 cabeça de lista do Bloco de Esquerda (BE) e a do gestor Alcides Couto (Chega).

As eleições autárquicas têm de ser marcadas pelo Governo para o período entre 22 de setembro e 14 de outubro.

Em Portugal há 308 municípios (278 no continente, 19 nos Açores e 11 na Madeira), e 3.092 juntas de freguesia (2.882 no continente, 156 nos Açores e 54 na Madeira).

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.