Rui Pinto: «Ministério Público não quer investigar, resta oferecer a minha colaboração às autoridades brasileiras»

Denunciante do Football Leaks aponta ligações de Portugal ao processo Lava Jato

Depois de nos últimos dias ter abordado o caso Tancos e de revelar ter em sua posse provas do desvio de 600 milhões de euros do BES, Rui Pinto voltou este sábado à rede social Twitter para apontar "conexões" do processo Lava Jato a Portugal.

Com base em "análises documentais" da sua autoria, o fundador e denunciante do site Football Leaks deu como exemplo o caso Odebrecht (escândalo de corrupção que envolveu subornos pagos pela organização empresarial brasileira em 12 países para obter favorecimentos em obras públicas) para justificar as suas alegações. 

"Ao longo das minhas análises documentais detectei algumas conexões entre factos apurados no processo Lava Jato e Portugal, por exemplo no caso ODEBRECHT. Elementos desconhecidos das autoridades e que podem abrir novas frentes de investigação", escreveu Rui Pinto na publicação, acusando ainda o Ministério Público português de não querer investigar e colocando-se à disposição da Justiça brasileira: "O Ministério Público português não quer investigar, isso é um facto. Resta-me oferecer a minha colaboração directamente às autoridades brasileiras".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.