Ryanair espera aumentar passageiros no Porto para quatro milhões este ano

Transportadora irá operar onze rotas adicionais a partir do Aeroporto Francisco Sá Carneiro

• Foto: Reuters

A Ryanair destacou o Aeroporto do Porto como uma das bases da companhia "que está a crescer mais rapidamente em toda a Europa", antecipando uma subida dos passageiros transportados de 3,5 milhões para quatro milhões este ano.

"O Porto é uma das nossas bases que está a crescer mais rapidamente não só em Portugal, mas em toda a Europa, onde vemos imensas pessoas que querem vir ao Porto, que é um destino de fim de semana e de city break [viagens de curta duração] muito atrativo", afirmou o presidente-executivo da companhia aérea irlandesa de baixo custo, Michael O'Leary.

Falando numa conferência de imprensa para apresentar o calendário inverno 2017 no Porto, O'Leary antecipou que, com a entrada em operação da nova rota para Nápoles, hoje anunciada, e com as 10 novas rotas adicionais que a Ryanair irá operar no Aeroporto Francisco Sá Carneiro no próximo inverno, o total de passageiros ali transportados aumente dos atuais 3,5 milhões para quatro milhões.

O calendário inverno 2017 da companhia no Porto prevê um portfólio com 42 rotas, incluindo uma nova rota para Nápoles (duas vezes por semana) e a inclusão de 10 rotas que transitam do calendário de verão: Carcassone (França), Clermont (França), Copenhaga (Dinamarca), Edimburgo (Reino Unido), Cracóvia (Polónia), Lille (França), Lorient (França), Nuremberga (Alemanha), Estrasburgo (França) e Tenerife (Espanha), que se traduzirão num aumento de 14% do tráfego no Porto.

Do calendário constam também voos adicionais para o Luxemburgo (seis vezes por semana) e para Roma Ciampino (três vezes por semana).

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.