Ryanair lança voos adicionais nas rotas suspensas pela TAP

Medida em vigor a partir de outubro

Ryanair
Ryanair • Foto: EPA

A Ryanair anunciou, esta terça-feira, voos adicionais a partir do Porto para Barcelona, Milão e Bruxelas, rotas que foram suspensas pela TAP, e Madrid, bem como uma nova ligação para Varsóvia (Polónia) a partir de outubro.

Em conferência de imprensa no Porto, a companhia aérea anunciou o calendário de inverno, que começa em outubro, que inclui uma nova rota para Varsóvia e três ligações de inverno para Dublin, Liverpool e Valência, bem como voos adicionais para Madrid, Barcelona, Milão e Bruxelas.

Esta estratégia permitirá, segundo a companhia, "transportar 3,4 milhões de clientes por ano e apoiar 2.600 empregos no Aeroporto do Porto".

Em janeiro, a TAP anunciou que ia suspender a partir de 27 de março quatro rotas do Porto para Barcelona, Milão, Bruxelas e Roma, e outras cinco de Lisboa com ligação a diferentes cidades europeias.

A TAP informou também que ia duplicar as ligações diárias entre o Porto e Lisboa, estando a estudar com a ANA -  Aeroportos de Portugal soluções para encurtar o tempo necessário para os procedimentos de embarque.

Para o diretor de marketing da companhia 'low cost' (baixo-custo), Jenny Jacobs, a cidade do Norte de Portugal - onde a empresa entrou há 11 anos - é muito importante para a estratégia da companhia.

"A Ryanair continua a oferecer múltiplos voos diários desde o Porto, conectando o Norte do país com os maiores centros de negócios em toda a Europa, incluindo voos adicionais para Madrid (duas vezes por dia), Barcelona (duas vezes por dia), Bruxelas Z (nove vezes por semana) e Bruxelas C (seis vezes semana), bem como Milão (onze vezes por semana)", disse.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.