Santa Casa lança nova raspadinha para financiar património cultural

De acordo coma versão preliminar do Orçamento do Estado

Edmundo Martinho, Santa Casa
Edmundo Martinho, Santa Casa

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, liderada por Eduardo Martinho, vai lançar no próximo ano um novo jogo de lotaria instantânea, cujas receitas vão reverter para o Fundo de Salvaguarda do Património Cultural (FSPC), "destinando-se a despesas com intervenções de salvaguarda e valorização do património cultural".

De acordo com a versão preliminar do Orçamento do Estado, a que o Negócios teve acesso, "em 2021, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa procede à aprovação de um jogo autónomo de Lotaria Instantânea denominado ‘Do Património Cultural’.

Segundo a mesma fonte, "os resultados líquidos de exploração do jogo autónomo de lotaria instantânea a que se refere o número anterior são integralmente atribuídos ao Fundo de Salvaguarda do Património Cultural (FSPC), destinando-se a despesas com intervenções de salvaguarda e valorização do património cultural".

 

 

Por Negócios
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.