Santana Lopes: «É um milagre estarmos os dois vivos»

"O pior foram as pancadas e estar encarcerado quase uma hora", afirmou ao semanário 'Sol'

O líder do Aliança, Pedro Santana Lopes, e o cabeça-de-lista às europeias, Paulo Sande, sofreram um acidente na A1 na passada quarta-feira à tarde. Sande já teve alta, mas o antigo primeiro-ministro sofreu uma contusão pulmonar, que o deixou "cheio de dores", tal como descreveu ao semanário Sol.

"O pior foram as pancadas e estar encarcerado quase uma hora", disse Santana. "É um milagre estarmos os dois vivos", acrescenta.

O acidente aconteceu pouco antes das 17:30. O líder do Aliança terá adormecido ao volante, no km 136 entre Pombal e Leiria. Antes, tinha estado numa ação de campanha em Coimbra. Seguia com Paulo Sande num automóvel Lexus alugado que tinha o seguro em dia.

A A1 esteve cortada ao trânsito nos dois sentidos entre as 18:30 e as 19:27 para o helicóptero aterrar e levantar. Na altura, fonte do INEM referiu que o presidente da Aliança teria sofrido um traumatismo torácica, enquanto o candidato às europeias, Paulo Sande, um traumatismo craniano.

Os dois políticos foram transportados para os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC). Pedro Santana Lopes teve alta hospitalar às 14:30 desta quinta-feira. Em comunicado, a unidade hospitalar informou "que, dos traumatismos ocorridos na sequência do acidente de viação que sofreu dia 15 de maio, não resultaram lesões médico-cirúrgicas significativas" para Pedro Santana Lopes.

"Por indicação médica, foi-lhe recomendado um período de convalescença de modo a garantir a sua plena recuperação", acrescenta a curta nota emitida após a alta hospitalar.

Autor: Sábado


1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.