Sede do futsal do Portimonense destruída por incêndio

Prejuízo de largos milhares de euros

Um incêndio que deflagrou esta terça-feira no edifício Cedipraia, no centro de Portimão, destruiu parcialmente a sede da secção de futsal do Portimonense, causando pre juízos ainda não avaliados em pormenor mas que ascendem a largos milhares de euros.

"Ficámos sem os troféus conquistados desde 2014 e perdemos ainda equipamentos, bolas, todo o mobiliário, ar condicionado, material informático e cachecóis e outros adereços de apoio", lamentou Pedro Moreira, treinador e grande impulsionador da modalidade no Portimonense.

O incêndio teve início numa loja de material elétrico situada na cave do centro comercial instalado no edifício e alastrou a outros espaços. Um ferido foi conduzido para o hospital de Portimão e 14 pessoas foram assistidas no local, devido à inalação de fumos e, por medida de precaução, os serviços de proteção civil ordenaram a evacuação de cerca de 80 pessoas que residem no prédio.

O incêndio foi dominado em poucos minutos mas mesmo com a pronta intervenção dos bombeiros registaram-se estragos avultados, que deixaram a secção de futsal do Portimonense - instalada num espaço vizinho ao da loja de material elétrico - sem larga parte do seu historial e património.

Por Armando Alves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0