Sobe para 446 o número de mortos após ciclone Idai em Moçambique

Mais de 530 mil pessoas foram afetadas pelo desastre

Moçambicanos tentam recuperar da destruição da tempestade Idai
Moçambicanos tentam recuperar da destruição da tempestade Idai
Moçambicanos tentam recuperar da destruição da tempestade Idai
Moçambicanos tentam recuperar da destruição da tempestade Idai
Moçambicanos tentam recuperar da destruição da tempestade Idai
Moçambicanos tentam recuperar da destruição da tempestade Idai
Moçambicanos tentam recuperar da destruição da tempestade Idai
Moçambicanos tentam recuperar da destruição da tempestade Idai
Moçambicanos tentam recuperar da destruição da tempestade Idai

O número de mortes após a tragédia que assolou Moçambique, com a passagem do ciclone Idai, subiu de 417 para 446, disse o ministro do ambiente, Celso Correia, este domingo, acrescentando que 531 mil pessoas foram afetadas pelo desastre.

O ciclone Idai atacou a cidade portuária da Beira com ventos de até 170 km/h, tendo depois passado para o interior do Zimbabué e do Malawi, destruindo edifícios e colocando em risco a vida de milhões de pessoas.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fora de Campo

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.